Psicologia
Psicoterapia

São várias as formas que um psicoterapeuta pode te ajudar.
Primeiramente, queremos saber o que te aflige e o que te motiva a nos conhecer.
O primeiro passo para um processo terapêutico bem-sucedido é o seu querer!
E, acreditamos, que se você chegou até aqui, você já deu um grande passo.
No Acompanhar oferecemos psicoterapia para crianças, adolescentes e adultos.
Queremos que você se sinta acolhido e tenha a sua disposição profissionais capacitados para te ouvir e te ajudar no que for preciso.

No senso comum aprendemos que quem procura um processo de terapiasempre tem algum problema sério... Mas nem sempre.

Muitas vezes você apenas...
quer resolver algumas dúvidas sobre uma nova fase que está passando;
quer potencializar algum projeto, mas está um pouco desanimado;
quer entender a nova fase que o seu filho está passando;
quer se conhecer mais para poder viver melhor.

Mas algumas vezes, realmente pode ser algo mais, como:
Você já não é tão animado quanto era antes e isso anda atrapalhando o seu trabalho ouos seus relacionamentos;
Você está tão ansioso que não consegue mais se concentrar ou ir a um lugar específico, em alguns dias, nem mesmo se anima a sair de casa;
Você não consegue lidar com as birras do seu filho e percebe que isso está atrapalhando a sua relação com ele e até mesmo a dele com os coleguinhas;
Você não sabe mais como lidar com o comportamento desafiador do seu filho adolescente.

Nossa...são tantas coisas em que um psicoterapeuta pode te ajudar que poderíamos escrever durante dias.

E pensando nisso, nós profissionais do Acompanhar disponibilizamos uma sessão inicial gratuita, para sabermos como, e se, podemos te ajudar!

Reserve uma hora para cuidar de você e de quem você ama!

Maria Fernanda Maia - Psicóloga
Renata Lott - Psicóloga e Coach


Orientação Profissional

“Para escolher uma profissão, além de amar, tem de saber. E o saber leva tempo para crescer. Saber que se gosta disso e daquilo é fácil. O difícil é saber qual, dentre todas, é aquela que a gente gosta supremamente, e que por causa dela, todas as outras terão de ser abandonadas.”           Rubem Alves

A Orientação Vocacional e Profissional não é um “único teste” que mostra mecanicamente qual deve ser a escolha profissional de uma pessoa.
É um processo, no qual, vários testes associados a dinâmicas, questionamentos e reflexões permitem ao orientador traçar um perfil geral (pessoal e profissional) do orientando.
Este processo possibilita construir uma imagem de si mesmo mais cristalina, agregando conhecimentos fundamentais para uma escolha profissional.
Além de ser portador de informações, é, principalmente, um trabalho voltado para o pensar.

Pensar sobre os dados e informações obtidos.



É um trabalho que busca:
Autoconhecimento: o conhecimento das características e expectativas pessoais, familiares e sociais, pois cada um tem um jeito de se relacionar.
Orientação Vocacional: o conhecimento e a compreensão das habilidades, das inteligências múltiplas e dos interesses individuais.
Visão estratégica: o conhecimento dos cursos, de suas dificuldades, grades curriculares e especializações.
Orientação Profissional: assimilar as informações para indicar as profissões e realizar um trabalho de conhecimento das mesmas, das possibilidades e oportunidades do mercado de trabalho, de suas limitações e das dificuldades ao longo da carreira.


Igor Dutra Santos - Psicólogo -CRP 04-35428
Maria Cristina Eutrópio - Psicóloga - CRP 04-3330
Nathalia Santos da Costa Vieira - Psicóloga -CRP 04-28003


Treinamento de Pais

O Treinamento de pais é uma forma de psicoterapia na qual a intervenção no comportamento dos filhos é feita através dos pais.

Promove-se a mudança de comportamento nos filhos à medida que os pais aprendem habilidades imprescindíveis para criação de um espaço familiar que propicie a autonomia, responsabilidade e compromisso, tudo isto com afeto e harmonia.

O objetivo do Treinamento de Pais é esclarecer pais e familiares sobre o que favorecem ou prejudicam a interação entre eles e seus filhos, além de desenvolver habilidades não coercitivas para lidar com os comportamentos em casa.



Por que treinamento?

Todo processo de treinamento passa pela aquisição de conhecimento e de novas habilidades, passa pelo momento em que vão colocar em prática, testar eficácias, identificar dificuldades e fraquezas.

Embora conhecer as fases do desenvolvimento dos filhos e as habilidades parentais sejam imprescindíveis para educação deles, nada disso é encontrado em manuais e guias, é necessário atentar ao que é único e exclusivo a sua relação, é preciso experimentar, testar, propiciar e construir.

Ao longo das sessões com o Psicólogo, os pais são instruídos a identificar características do contexto familiar, dos filhos e de si mesmos relacionadas aos comportamentos que anseiam mudar. Aprendem sobre a atenção que deve ser dada aos bons comportamentos e sobre como melhorar a eficiência da autoridade em casa, bem como descobrem alternativas ao uso de punições físicas ou intimidativas.

Participar da terapia de Treinamento de Pais, procurando ajuda para resolver as dificuldades na relação em casa, é uma maneira de promoção de saúde, evitando que pequenos conflitos influenciem no desenvolvimento emocional e social da criança e do adolescente.

E aí?
Bora marcar uma inicial para falarmos mais sobre isso?